Arte Urbana na Área Metropolitana de Lisboa

No âmbito da iniciativa cultural Mural 18, vários artistas vão pintar, a partir de 21 de abril, 18 murais originais nos 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML).

Os 18 artistas, que vão participar neste projeto, foram selecionados por sorteio a 12 de fevereiro.

Antes do sorteio, cada município da AML selecionou um artista do seu concelho e, aleatoriamente, esse artista foi designado para intervir num outro concelho.

Ram Miguel, (foto) será o artista de arte urbana sintrense a intervir no Concelho de Oeiras, enquanto que Raivo, indicado por Sesimbra, intervirá em Sintra, mais propriamente na Rua de Monte Carlo, em Casal de Cambra.

Com esta iniciativa, pretende-se, não só, apoiar financeiramente os artistas envolvidos no projeto, mas também fomentar o interesse pela arte urbana contemporânea em toda a área metropolitana de Lisboa e criar focos de interesse nos espaços públicos intervencionados.

Os trabalhos têm como objetivo espelhar uma visão pessoal e artística relacionada com o património cultural e natural, a arte, a cultura, e as respetivas vivências e apropriações, e não poderão conter referências xenófobas, sexistas, obscenas ou violentas.

No final de maio, será construído um roteiro de Arte Urbana na Área Metropolitana de Lisboa, com a totalidade das intervenções.

Artistas selecionados:

Alcochete – Francisco Vidal,
Almada – Tosco,
Amadora – Hugo Pinhão
Barreiro – Tiago Hesp,
Cascais – João Cruz,
Lisboa – Pedro Pinhal,
Loures – Odeith,
Mafra – Ricardo Tota,
Moita – Gustavo São Pedro,
Montijo – Tamara Alves,
Odivelas – João Samina,
Oeiras – Ram Miguel,
Palmela – Vile,
Seixal – João Rodrigues,
Sesimbra – coletivo Amoca,
Setúbal – Mar,
Sintra – Raivo,
Vila Franca de Xira – Smile.