Chão de Oliva em Setembro

Setembro é mês de recomeços. No Chão de Oliva, retoma a oferta de formação de teatro para crianças, jovens e adultos e será dada continuidade aos projetos comunitários que, na verdade, não pararam.



18 de setembro | Sáb. 17h |
Lançamento da 3ª edição do Livro “Madrugada”, de Maria Almira Medina |
Centro Cultural Olga Cadaval – Auditório Acácio Barreiros 

Chegando ao fim da comemoração dos 100 anos da Maria Almira Medina, uma singela homenagem que resulta de uma iniciativa conjunta com a Casa das Cenas, o Chão de Oliva associa-se à produção da 3ª edição da obra “Madrugada”.
Contribuição do Chão de Oliva para que esta obra não deixe de existir para as gerações futuras.
Antes do lançamento do livro de poesia, assistiremos à interpretação de um dos textos por alunos, com dinamização da Casa das Cenas. Por coincidência, será um texto que a Companhia de Teatro de Sintra levou à cena, no mesmo edifício, que na altura se chamava Cine-teatro Carlos Manuel –
O texto de teatro de Maria Almira Medina é A Menina Girassol.
O espírito de assistência mútua e de comunidade que Maria Almira Medina incutiu na dinâmica cultural de Sintra perdura ainda hoje.
Graças à sua intervenção, tão subtil quanto infalível e transformadora, vários grupos e artistas contaram com a sua solidariedade ativa – só por isso a Maria Almira merece ser lembrada por todos.
“Camarada da Arte”, como lhe chamou Almada Negreiros em 1944, Maria Almira Medina foi artista total, tendo deixado no seu legado obra artística, poética e o seu espírito de serviço à Cultura.
Numa homenagem contínua, o Chão de Oliva promove/u diversas iniciativas de tributo, individualmente ou em parceria, fora ou na Casa de Teatro de Sintra, cuja sala recebeu o seu nome. 



24 de setembro | Sex. 21h30 |

Acolhimento | 
AmberLeaf | Casa de Teatro de Sintra – Sala Maria Almira Medina

No dia 24 de setembro será acolhida uma banda emergente e local, de música instrumental. O projeto começou com base na improvisação sobre temas clássicos de rock e blues e rapidamente escalou para a composição de temas originais no estilo hard rock, com inspirações em blues e rock clássico. 
O espetáculo terá como base temas originais, sendo interpolado com vários momentos de improvisação musical.


Digressão Fio d’Azeite | Confiando (Confinado) |
11 e 12 de setembro | Faro, Teatro Lethes
Inicia a digressão da mais recente criação da companhia residente Fio D’Azeite – grupo de marionetas do Chão de Oliva.
Este espetáculo nasceu do texto vencedor do Prémio Nacional de Artes do Espetáculo Maria João Fontaínhas 2020 e resulta da inspiração trazida pelo confinamento durante a pandemia ao seu autor, marionetista profissional, Rui Sousa.
Atual e pleno de sensibilidade, o texto elabora sobre a experiência partilhada de isolamento a nível global e sobre (re)descoberta do universo pessoal a que esta convidou. 

Texto Original: Rui Sousa | Encenação e interpretação: Nuno Correia Pinto | Assistência de Encenação: Paula Pedregal | Vozes OFF: São Nogueira; Inês Zaradzay, Marques D’Arede, Tiago Matias | Cenografia e Figurinos: Fio d’Azeite | Produção: Chão de Oliva 



Projetos Comunitários & Arte Participativa |
SenteMente, PARTEJ e Marionetas S

O projeto SenteMente – práticas artísticas para o bem-estar e saúde mental em mulheres continua com as sessões regulares na Casa da Juventude, na Tapada das Mercês, em Sintra, no âmbito do programa PARTIS & Art for Change, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação La Caixa. 
No dia 21 de agosto, com algumas das mulheres participantes foi visitada a exposição “Tudo o que eu quero – Artistas Portuguesas de 1900 a 2020”, na Fundação Calouste Gulbenkian. 

O projeto PARTEJ – Práticas artísticas para o Empoderamento Juvenil tem também decorrido na Tapada das Mercês e continua em fase de mobilização de jovens para a criação artística. Inscrições abertas para Workshop de Teatro e Sessões Regulares aqui

O projeto Marionetas S tem tido um início atribulado, com vários adiamentos, mas começará em força a partir deste novo ciclo. 
Em parceria e com o apoio financeiro da Câmara Municipal de Sintra, o Chão de Oliva leva a expressão teatral e a aprendizagem sobre a arte das marionetas até às mãos de quem já traz mais experiência de vida e mais tempo livre para se dedicar ao que mais gosta.
Este é um projeto vocacionado e pensado de raiz para promover através da arte o contacto social e artístico dentro e fora da própria comunidade sénior, uma vez que procura também favorecer encontros intergeracionais e reforçar os laços familiares.


Formação e Projetos Educativos | Inscrições abertas
Em setembro retomam as Oficinas de Teatro e Oficina de Criação Teatral para crianças e jovens e abrem inscrições para o Curso de Iniciação Teatral.
Em breve mais informações sobre mais uma edição da Mostra de Teatro das Escolas de Sintra.
Oficina de Teatro: 7 > 13 ANOS
DATAS: setembro 2021 > maio 2022
HORÁRIO: segundas ou terças, das 18h30 às 20h00
LOCAL: Centro Cultural Olga Cadaval
MENSALIDADE: €19
[inscrições abertas]

Oficina de Criação Teatral: 14 > 18 anos
DATAS: setembro 2021 > maio 2022
HORÁRIO: quartas, das 18h30 às 20h00
LOCAL: Sala de Ensaios do Centro Cultural Olga Cadaval
MENSALIDADE: 19€
[inscrições abertas]

Curso de Iniciação Teatral: > 18 anos
DATAS: outubro 2021 > março 2022
HORÁRIO: segundas e quintas, das 20h00 às 22h30
LOCAL: Sala no Museu de Artes de Sintra (acesso lateral)
MENSALIDADE: 25€ (+ 20€ inscrição)
[inscrições abertas]

Outras notícias:

 Podem continuar a acompanhar o projeto Vozes de Sintra que este mês estreia os seus dois últimos episódios (dois primeiros domingos de setembro) em transmissão exclusiva no canal de YouTube do Chão de Oliva.
O projeto procura dar visibilidade aos músicos locais e apresenta o trabalho coletivo final no último episódio, no dia 12. Todos os episódios anteriores podem ser revistos aqui juntamente com mais informações sobre o projeto.