Eduardo Sérgio expõe na Ato Abstrato

Terá lugar na Ato Abstrato, Galeria de Arte, a inauguração da exposição de Eduardo Sérgio, «QUE O AUTOMATISMO NÃO PENSA MAS SENTE», no dia 15 de outubro de 2021, sexta-feira, pelas 18,30 horas, na Rua São Sebastião da Pedreira, 72, em Lisboa, e estará patente até ao dia 30 de novembro de 2021.

A inauguração da exposição contará com um concerto dos ARSCOLLARES ENSEMBLE, «Meditações sobre duas escalas esquecidas»

Paula Sant´Ana – violino

Francisco Cabral – tablas

Eduardo Sérgio – clarinetes e Steeldrum

«A obra plural de Eduardo Sérgio compõe-se com a matéria de uma vida dedicada às artes plásticas, sonoras e performativas. É na confluência do objecto com a palavra que se definem alquimias plásticas, que convidam à meditação sobre as idiossincrasias do pensamento. Este, de um automatismo experiente, fabrica-se no tecido orgânico da acção vivida.

Eduardo Sérgio (1937) formou-se em Escultura na ESBAL em 1960. Fotógrafo profissional, desde 1968, introduziu o diaporama em Portugal. Implementou o gabinete de audiovisuais na AR.CO, onde lecionou. Foi também professor na ESBAL. Artista polifacetado, é também músico e performer, tendo realizado diversos espetáculos em território nacional e internacional. Hoje, aos 84 anos, continua a criar incansavelmente na sua casa-atelier, onde se levanta todos os dias de madrugada para dar continuidade à sua obra.»

Exposição patente de 15.10.2021 a 30.11.2021

Terça a sexta, das 18,30h às 21,00h ou por marcação

Estacionamento: Parque Empark ‘Maria Cristina’ e via pública

Metro: Estações Parque e Picoas