Notícias do Chão de Oliva

É tempo de celebrar a quadra natalícia junto das artes que mais amamos. A Casa de Teatro de Sintra estará plena de propostas neste que é o último mês do ano. Até ao dia 12 de dezembro continua em cena o primeiro espetáculo para bebés pela Companhia de Teatro de Sintra: Indé. No seu fim-de-semana de estreia, em novembro, foi recebido com muitos aplausos pelos mais pequeninos.
O Festival Periferias 2021 estará de volta para celebrar o solstício de Inverno, culminando, assim, com vários momenos especiais, o ciclo de uma progrmação em quatro estações como brinde ao 10º aniversário do Festival.
Contamos-lhe ainda tudo sobre o evento “Gizar – Arte pela Mudança” organizado pelo projeto PARTEJ – Práticas Artísticas para o Empoderamento Juvenil que teve lugar no passado dia 28 novembro e que uniu participantes e visitantes em torno da arte e da justiça social.
Lembramos ainda que estão abertas as inscrições para a 30ª Mostra de Teatro das Escolas de Sintra.



Indé – Teatro para bebés | Companhia de Teatro de Sintra | Casa de Teatro de Sintra | 27 novembro a 12 dezembro | M/ 6 meses
 Uma criação original pela Companhia de Teatro de Sintra inteiramente dedicada aos espetadores que ainda há pouco chegaram ao mundo e que são desde já acolhidos, recebidos no mundo das artes performativas. Pleno de sensibilidade e de percepões suaves e gentis, este é um mergulho entre universos que vão das experiências sensoriais intra-uterinas ao contexto onírico, do sono e do conforto das músicas de embalar. 
 Sinopse:
In.de de lugar, de dentro, de colo. É um espetáculo para bebés que mergulha na delicadeza das primeiras palavras e sons, no encanto das luzes ténues e mágicas e nas músicas de embalar, de alguns lugares do mundo. Um espetáculo que atravessa diferentes lugares e que partilha diferentes línguas, incluindo alguns momentos de Língua Gestual Portuguesa. Para todos os bebés, em cumplicidade com a música, o gesto e o público.
Mais do que o som da música, a peça tem como objetivo mergulhar nas várias experiências de embalar e adormecer os bebés. Desde os momentos de brincadeira antes do sono, a um embalo lento ou mais ritmado, a músicas de embalar, e dos sons da noite à luz das estrelas. Constituindo-se como um espetáculo documental, foram recolhidos testemunhos junto de pais e da comunidade, que foram implementados no próprio espetáculo.
O espectáculo inclui, ainda, músicas do projeto NinaNinar – canções de embalar dos vários cantos do mundo, de Telma Pereira e Carlos Garcia, promovido pelo Largo Residências e coeditado com a BOCA.
Para bebés entre os seis meses e os dois anos de idade, este é um espetáculo que dialoga também com quem os acompanha.Ficha Artística e Técnica
Encenação e dramaturgia de Susana C. Gaspar
Interpretação de Inês Silva e Yolanda Santos
Figurinos e apoio à criação plástica de Maria Luiz
Produção: Companhia de Teatro de Sintra
Promoção: Chão de Oliva – Centro de Difusão Cultural

Sessões:
Sáb. 16h00 & Dom. 10h30

Bilheteira:
Criança até 12 anos: €5
Bilhete normal: €7,5
Adulto com bebé até 24 meses: €10Reservas: 21 923 3719
Bilheteira online: aqui.


FESTIVAL PERIFERIAS – INVERNO | 16 a 21 de dezembro | Casa de Teatro de Sintra
A entrada no Inverno, momento a partir do qual os dias voltarão a ficar mais longos, vai ser feita pela mão do Festival Periferias – Inverno, o Festival de Artes Internacional de Artes Performativas de Sintra.
O Periferias, cumprindo a sua missão de uma década de aproximar criadores, criações e espetadores, preparou para este, que é o quarto momento da celebração do seu 10º aniversário, seis dias de uma programação que irá acontecer no conforto intimista da Casa de Teatro de Sintra.
A programação desta Edição de Inverno promete surpreender e trazer espetáculos diversificados, abrangendo as diversas áreas das artes do espetáculo. Fica prometido teatro, marionetas, música, dança, o lançamento do livro sobre os 10 anos do Festival Periferias e o regresso das Conversas Periféricas.
Guarde as datas, a todo o momento será divulgada a agenda para esta edição. Acompanhe-nos através das redes sociais e do site.

Mostra de Teatro das Escolas de Sintra | 30ª edição | Inscrições abertasA Mostra de Teatro das Escolas está quase a chegar, e esta edição trará jornadas, workshops, uma exposição e algumas outras surpresas por se tratar da trigésima edição. As inscrições estão disponíveis aqui e bem como as normas de participação.
A Mostra de Teatro é um projeto desenvolvido em parceria entre a Câmara Municipal de Sintra e o Chão de Oliva – Centro de Difusão Cultural em Sintra, que através da expressão dramática pretende desenvolver competências nos alunos e seus educadores. Para além da apresentação dos trabalhos finais de cada grupo participante, o projeto aposta fortemente na formação dos educadores, professores, monitores de ATL e responsáveis pelos grupos de teatro das escolas da rede pública e dos estabelecimentos de ensino da rede privada com ensino básico.
No dia 22 de novembro teve lugar na Casa de Teatro de Sintra uma sessão de apresentação da 30ª Mostra de Teatro, entre escolas de Sintra, Câmara Municipal de Sintra e Chão de Oliva na qual foram apresentados os diversos momentos previstos para o corrente ano letivo.
Mais informações aqui.

Como foi | Evento GIZAR – Arte pela Mudança | Iniciativa PARTEJ | Tapada das Mercês Inserido no contexto do projeto comunitário do Chão de Oliva, PARTEJ – Práticas Artísticas para o Empoderamento Juvenil – financiado pelo Lisboa2020 – decorreu no passado dia 28 de novembro, na Tapada das Mercês, em Sintra, o evento Gizar – Arte pela Mudança. Este evento convidou moradores, organizações e grupos formais e informais a desenhar com giz as ruas da cidade com mensagens de justiça social. O objetivo principal desta iniciativa foi o de mobilizar os jovens da comunidade, aproximando-os das organizações e projetos locais e dando-lhes a conhecer estruturas e oportunidades no seu local de residência.  Esta exposição artística e interventiva ao ar livre deixou a promessa de regresso.
Deixamos o nosso agradecimento aos participantes, visitantes, parceiros e ao apoio à produção pelo comércio local, nomeadamente pela papelaria J. Nunes na Tapada das Mercês.O projeto de arte participativa SenteMente – Práticas Artísticas para o Bem-estar e Saúde Mental em Mulheres, apoiado pelo PARTIS & Art for Change, tem seguido com as sessões regulares e tem novidades para partilhar dentro em breve.