“Rugas” na Ribafria, em agosto e setembro

A viagem de Kolka Pankin, e Petka Erchov que não acreditava em nada.

Estreia na QUINTA DA RIBAFRIA, temporada agosto e setembro, aos fins-de-semana, em Sintra.

Este é o primeiro espetáculo de uma trilogia de autores russos a ser levado a palco pela RUGAS Associação Cultural. A viagem de Kolka Pankin, e Petka Erchov que não acreditava em nada, com adaptação de textos de Daniil Harms, por Patrícia Susana Cairrão e encenação de Ricardo G. Santos é uma homenagem à arte, independentemente da sua origem ou contexto.

Com esta criação, para crianças e famílias, considerando o tempo em que vivemos, fazemos uma elegia à liberdade de expressão e criação, à isenção da arte e às fronteiras que esta derruba.

Um espetáculo que versa sobre o absurdo da comunicação – as percepções e interpretações da realidade, diferentes de pessoa para pessoa, os equívocos que daí emanam, e a força da imaginação na comunicação de uma ideia que queremos ver entendida, sob a forma de uma comédia non sense, em formato stand up comedy, para todas as idades.

As metáforas como chave de leitura da atualidade são apenas uma possibilidade que estes textos nos oferecem. 

Nesta perspetiva, e tendo em conta o contexto mundial e a forma como as “vozes” da arte são moldadas por esse contexto, sentimo-nos interpelados a criar um objeto artístico que promova, essencialmente, uma reflexão sobre a comunicação no mundo, e a liberdade da arte, com um espírito simultaneamente crítico e divertido numa análise também da nossa condição de humanos.

Daniil Harms, autor da vanguarda russa, do início do séc. XX, era visto com suspeita pelas autoridades, pela sua escrita livre de condicionamentos ideológicos. Escrevia para revistas infantis, sendo esta a forma de sobreviver e de ter “voz”, em resposta à perseguição que sofria pelo regime político que vigorava na rússia daquela época.

Consideramos este, um pequeno contributo para que cada vez mais pessoas possam conhecer e celebrar esta voz da literatura russa.


Sinopse:

Um Mestre de Cerimónias aproxima-se de um microfone. Entra uma música. Dois atores entram a falar, sem se perceber o que dizem. Trazem vestido uma espécie de camisa, escondendo a t-shirt.

“O infinito é a resposta para todas as questões” – diz ele. “A única pergunta que merece ser colocada é: o que é o infinito?” 

Esta poderia ser uma conversa entre Kolka Pankin e Petka Erchov, mas não é. As suas conversas estão mais ao nível de:  

PETKA

Então digo-te já: é um tentilhão.

KOLKA

Pois claro. É isso mesmo: um tentilhão.

PETKA

Mas eu perguntei sobre o leão.

KOLKA

Pronto, o leão não vi.

E o zero, que, não tendo começo, não pode ter fim, o que permite ao autor um conjunto de comparações, inclusive com Deus: Religião = Harmonia + Deus = zero; Arte = Harmonia = Ritmo e beleza = zero; no grau zero da criação, as palavras, como os sons, voam, soam e ressoam.  


Ficha técnica e artística

A partir de textos de. Daniil Harms

Tradução. Angelina Kulova

Adaptação e Dramaturgia. Patrícia Susana Cairrão e Ricardo G. Santos

Encenação. Ricardo G. Santos

Assistência de Encenação. Patrícia Susana Cairrão

Interpretação. Artur Dinis, Miguel Moisés e Liliana Costa 

Cenografia e Figurinos. Margarida Paias

Vídeo. Francisca Alarcão

Ambientes Sonoros e Composição Musical. Nuno Moniz e Ricardo G. Santos

Direção Técnica. SHOW Ventura

Direção de Produção e Comunicação. Andreia Lola Lourenço

Produção Executiva. Sofia Correia

Media Partner. MagazineHD

Uma produção. RUGAS 

Agradecimentos. mA3cor atelier de impressão

Estrutura Financiada por. Câmara Municipal de Sintra e Fundação CulturSintra

temporada AGOSTO & SETEMBRO

Sábados e Domingos / 27 agosto a 25 setembro / 16h00

Duração aprox. 50min. | Classif. etária M6 (a aguardar classif. IGAC)

QUINTA DA RIBAFRIA, Pátio do Palácio

morada: Estrada da Várzea, 2710-403 Sintra

https://g.page/quintadaribafria?share

Informações ou reservas: rugasproducao@gmail.com | (+351) 967 859 741

Bilhetes à venda em bol.pt, Fnac, Worten e na bilheteira do local 1h antes do espetáculo.