Thiago Braddell

Facebook: https://www.facebook.com/thiagobraddellarquitectura

Instagram: https://www.instagram.com/thiagobraddell/

Site: www.thiagobraddell.pt

Nota biográfica:

“O meu fascínio pela Arquitectura começou em jovem, na altura que a minha família iniciou o restauro e recuperação da nossa Quinta de São Thiago em Sintra, séc. XVI. Desde cedo percebi que um Arquitecto tem o poder de transformar e a possibilidade de criar espaços bonitos deixando-os para as gerações vindouras. Sou de Sintra e a Arquitectura Vernácula desta região é simples, mas especial no seu jogo de volumes, havendo um volume dominante, talvez de influencia Romana de 4 águas, que muito me
influenciaram em pequeno.
Inspirando-me no meio envolvente e na herança da Arquitectura Portuguesa, dediquei-me, em jovem, a desenhar muitos pormenores característicos de cada região, salvando-os da sua extinção e assimilando os ensinamentos da tradição. Já como Arquitecto este entusiasmo passou para a criação de renovadas formas inspiradas nessa observação, mas respeitando o lugar e a nossa escala muito humana.
Comecei por recuperar algumas casas antigas de Sintra que além do restauro precisavam de ser adaptadas ás novas funções. Deste modo procurei criar uma organização de espaços e jogo de volumes adaptando o projecto à natureza envolvente, com um dinamismo entre zonas exteriores e interiores. Nunca pretendi criar uma peça objecto tipo pisa-papéis que se impõe no território, alheio a este, numa bandeja. Deixo isso para a Escultura.
A análise do lugar é fundamental e temos que o visitar várias vezes em diferentes alturas para captar a sua essência. Os ventos, a orientação solar, as vistas, os barulhos e silêncios, os acessos… dão-nos pistas. Com base nestas características definem-se a caracterização dos espaços. Há também que ouvir muito o cliente entrando na sua cabeça que, apesar de não ser Arquitecto, saberá bem melhor como gosta de viver. Perceber o que o motiva, quais as suas memórias de infância e os seus anseios pois a casa será no futuro a sua cabana/castelo, o seu refúgio e santuário onde poderá recuperar do stress e se sentir protegido.
Quando projecto para Turismo procuro igualmente criar a intimidade com influências locais pois os visitantes estão interessados em ter novas experiências para entender melhor a região do que continuar no Mundo Global.
Formalmente procuro uma linguagem do sítio que usa códigos do lugar nas suas técnicas de construção, pormenores e materiais. A inspiração que me advém desta tradição põe de parte as modas passageiras que o consumismo nos quer impor a toda a hora, criando assim uma Arquitectura intemporal e tipicamente do lugar diferenciando as Urbanas ou Rurais, as do Norte ou do Sul, e as do Litoral ou do Interior. Recusando modas passageiras a casa com o tempo não perde valor de mercado pois estará sempre “actualizada” e “intemporal”.

Thiago Braddell