Unidigrazz, de Sintra, no Festival Iminente em Marselha

O coletivo Unidigrazz (Diogo Gazella Carvalho, OnunTrigueiros, Rappepa Bedju Tempu, Sepher AWK e Tristany), marcou presença em Marselha no Festival Iminente no dia 21 e 22 de Maio. Realizou uma alternativa de ‘Kintal’, onde o ponto principal e simbólico a ser celebrado é o estendal. “No kintal ,se brinca, se vive, se resiste. De resistência se veste o digra, se protege e respira. O estendal serve pra pendurar, mostrar e refletir. Do ser que existe sem ser visto, vestido de amor e de alma”. 
O coletivo achou muito importante haver esta ligação no espaço do MuCEM (Museu das Civilizações da Europa e do Mediterrâneo), nada mais mediterrânico que a atitude de ter um espaço onde se estende a roupa secada pelo sol que é tão particular nestes espaços. A relação do espaço com a roupa, nos lugares onde estas manifestações existenciais e culturais acontecem, é outra abordagem que se questiona neste espaço pois é do maiores motivos de nos sentirmos de onde somos.
De reforçar que atualmente o coletivo tem peças expostas na coletiva Interferências, que até 5 de Setembro pode ser vista no MAAT, em Lisboa.

instagram.com/unidigrazz/